terça-feira, 13 de março de 2012

Mahalo, Hawaii 5-0!

Equipe do Hawaii 5-0 na 1ª Temporada: Danny, Steve, Kono e Chin

Comecei a assistir Hawaii 5.0, ou Five-0, de curiosa. Queria saber como tinha ficado a trilha sonora da série. De 1968 a 1980, a música composta por Morton Stevens embalou os fãs da versão original do seriado e muitos que não assistiram a série conhecem a música até hoje. Eu então que não era nem nascida na época só conhecia a música e não tem como não bater o pezinho escutando a abertura de cada episódio.

Daniel Dae Kim, Scott Caan, Alex O'Loughlin e Grace Park dão vida
aos personagens no remake de Hawaii 5-0

Segue abaixo o vídeo com a versão original da abertura e da trilha e logo depois a nova versão de 2010. Tem umas semelhanças bem interessantes como o Steve McGarrett na cobertura de um prédio, o avião, a estátua do QG da Five-0 e a lanterna de um carro de polícia no final. Também é bacana perceber as diferenças nas edições de cada época, confere só:



O Hawaii 5.0 original foi criação de Leonard Freeman e teve um total de seis temporadas. O remake estreou em 2010 nos Estados Unidos pelo canal CBS e no Brasil pelo canal fechado Liv. A Rede Globo começou a transmitir a série em canal aberto em janeiro de 2012. O elenco tem Alex O’Loughlin (o detetive-vampiro Mick St. Johnde de “Moonlight” e o médico Andrew (Andy) Yablonski de “Three Rivers”) como Steve McGarrett e Scott Caan (o Turk Malloy, da trilogia que terminou com o “Treze Homens e um Novo Segredo”) interpretando Danny Williams, ou carinhosamente “Danno”.
Aqui você pode ler um artigo bem interessante falando das diferenças entre a série original e o remake.

Lori Weston (no canto direito) foi adicionada à equipe
Five-0 na 2ª Temporada

A história do remake começa quando McGarrett chega ao Hawaii para enterrar seu pai, morto por um criminoso já no início do episódio piloto. Ele acaba ficando na ilha a pedido da governadora Pat Jameson (interpretada por Jean Smart, a Samantha de “Samantha Who?”) para comandar uma equipe especial chamada de 5.0 em homenagem ao Hawaii (50º estado dos Estados Unidos). No entanto, o principal objetivo de McGarrett é capturar o responsável pela morte de seu pai. A equipe se completa com Kono Kalakaua (Grace Park, a Sharon Valerii de “Battlestar Galactica”), Chin Ho Kelly (Daniel Dae Kim, o Jin-Soo Kwon de “Lost”) e a figura do médico legista Max (Masi Oka, o Hiro de “Heroes”).

Chin e Kono são primos no remake de Hawaii Five-0,
no original Kono era um personagem masculino

Destaco ainda a participação de atores consagrados que entraram como coadjuvantes da equipe principal na 2ª Temporada da série. É o caso de William Baldwin (o William van der Woodsen, de “Gossip Girl”), como o chefe de gangue Frank Delano, e Terry O’Quinn (o John Locke, de “Lost”), como John White, um instrutor de operações especiais da marinha americana que treinou McGarrett.

Terry O’Quinn fez um ótimo trabalho em Lost e agora repete em Hawaii Five-0

Ainda vale a pena citar o melhor “informante” que Danno e Steve poderiam ter, Kamekona é interpretado por Taylor Wily e está impagável na série. Ele trabalha em uma lanchonete especializada em camarão chamada Kamekona’s (o logo é um camarão com a cara do Kamekona). 


Kamekona ajuda a Five-0 a solucionar os casos no Hawaii


Cardápio do Kamekona's

Segue um trecho que separei do episódio 8 da 2ª Temporada, para quem quer conhecer um pouco das figuras que são o Max e o Kamekona.

video

A 2ª Temporada ainda conta com a entrada de Lauren German como a agente especial Lori Weston (a Belinda de “Um Amor para Recordar”). Ela começa a fazer parte da equipe da Five-0 a pedido do novo governador do estado.

Lori Weston é interpretada por Lauren German

Os dois personagens principais começam um relacionamento conturbado, mas acabam se tornando mais próximos do que dois simples colegas de trabalho. Danny e Steve viram amigos incondicionais e entre as melhores cenas do seriado estão as incontáveis discussões dos dois, sempre muito engraçadas beiram as briguinhas de um casal em crise.
 


Steve e Danno em uma das intermináveis discussões 
por qualquer coisa

No oitavo episódio da 2ª Temporada Danno vai morar em um hotel muito suspeito porque teve que se mudar às pressas de um apartamento que ele considerava assombrado. Nesse trecho que separei abaixo dá para pegar o clima do relacionamento entre Steve e Danno.

video

Editei também dois trechos do episódio 9 da 2ª Temporada que mostra uma das discussões mais engraçadas dos dois. Danno continua à procura por um novo apartamento e acaba morando uns dias na casa de Steve. De extra, deixei a abertura nova da 2ª Temporada no início do vídeo, já aparece Masi Oka entre o elenco principal.

video

O segundo vídeo é o final do mesmo episódio, Danno e Steve passam o tempo todo sendo ignorados por Max durante a solução do caso e só no final descobrem o por quê.

video

A química de todo o time funciona bem, para exemplificar eu separei duas cenas do final do episódio 5 da 2ª Temporada (quem não assistiu pare de ler esse parágrafo por aqui). O episódio apresenta o desfecho de um mistério sobre Kono, ela é afastada da equipe Five-0, fica sobre investigação e acaba perdendo o distintivo. No entanto, na realidade Kono foi forçada a trabalhar de infiltrada para a polícia local em uma perigosa gangue do Hawaii. Sem saber de nada, a equipe de McGarrett acaba prendendo Kono, que fica sob a desconfiança de seus melhores amigos. No final desse episódio tudo se esclarece e McGarrett mostra porque não se deve mexer com a sua equipe.

video

Uma das principais características da Five-0 é a carta branca que ganham da governadora na 1ª Temporada. Podem investigar os casos sem se preocupar muito com normas de conduta. Isso funciona até a troca de governadores na 2ª Temporada, quando Steve é obrigado a agir de acordo com os termos da polícia local. No entanto, esse tipo de deslize já é característico de McGarrett, que acaba inclusive influenciando Danno. Logo abaixo uma cena dos dois invadindo a casa de um suspeito ainda na 1ª Temporada. Sem mandato, é claro.

video

Segue também um trecho do oitavo episódio da 2ª Temporada onde Danny faz amizade com um cachorro que ficou abandonado depois que sua dona foi morta. A dupla Steve e Danno ganha mais um elemento engraçadíssimo e lembrei até do clássico da "Sessão da Tarde" da Rede Globo, "K-9 Um Policial Bom Pra Cachorro".

video

O seriado trata de um caso por episódio, mas uma história central mantém a trama costurada. McGarrett aceita o trabalho no Hawaii principalmente porque assim vai poder ficar mais próximo de descobrir porque seu pai foi morto. Esse mistério se desenrola bem e segue até a 2ª Temporada. Poucas séries conseguem manter um mistério interessante por tanto tempo e sem irritar quem assiste.

Steve investiga o mistério que envolve a morte de seu pai

Os casos da Five-0 também são bons apesar de não trazerem nada de novo, a não ser quando apostam em elementos significativos e culturais do Hawaii. As paisagens também são o forte da série e não teria como ser diferente. Além, é claro, do próprio personagem central. A mulherada deve facilmente ter sua atenção desviada do enredo da história em vários momentos, Alex O’Loughlin tira a atenção de qualquer uma como Steve McGarret. Não sei como a Kono consegue trabalhar tanto tempo do lado dele chamando “aquilo tudo” de “boss” o tempo todo.

Alex O’Loughlin prende a atenção feminina na pele de Steve

Aliás, McGarret é o personagem mais solitário até agora. Muito focado no trabalho, seu único relacionamento foi com uma mulher que trabalha na marinha e apareceu em poucos episódios, normalmente auxiliando no próprio trabalho da Five-0. Na 2ª Temporada dá para perceber algumas faíscas entre ele e a nova integrante da equipe, Lori. No entanto, muitos fãs da série esperam que ele acabe se relacionando com Kono. Agora é esperar para ver, mas que o moço vai devagar nessa área, isso ele vai.

Boa parte do crédito da série está na química entre a
dupla principal, Danno e Steve

Já Danno tem um relacionamento engraçadíssimo com a ex-mulher e a sua filha de oito anos Grace, e isso se torna um dos pontos mais fortes do seriado. A seguir separei o início do episódio 7 da 2ª Temporada (em dois vídeos), que acontece no Dia das Bruxas. Na primeira parte dá para conhecer um pouco do relacionamento de Danno com a filha. Na segunda parte você pode ver que esse foi um dos episódios que tratou mais profundamente da cultura havaiana. Duas passagens bem boas desse episódio e muito engraçadas, com direito até a trilha sonora dos Caça Fantasmas.

video

video

O elenco fechou muito bem até agora, minhas dúvidas ficam somente com Lauren German no papel de Lori Weston, ainda não deu tempo para simpatizar muito com a moça. Temos ainda, além dos ex-Lost Terry O’Quinn e Daniel Dae Kim, uma invasão de são ex-atores de Heroes na 2ª Temporada de Hawaii Five-0. Masi Oka passa a fazer parte do elenco fixo da série na pele de Max (impagável o episódio de Dia das Bruxas que ele trabalha fantasiado de Neo de Matrix).

Depois do Dia das Bruxas Max apareceu para trabalhar 
vestido de Neo, do filme Matrix

Além do “Hiro” de Heroes quem faz uma participação em Hawaii 5-0 é Greg Grunberg (o Matt Parkmann de Heroes), ele faz um agente da imigração que trabalha com a equipe Five-0 na investigação da morte de uma colega de trabalho. A melhor parte disso tudo é que o próprio roteiro faz piada da situação. Quando o personagem de Grunberg é apresentado a Max, o legista diz que acha que o conhece de algum lugar. Quem acompanha as duas séries certamente deu risada da situação. Eu curti.

Reunião de ex-atores de Lost e Heroes rendeu até piada
no roteiro de Hawaii Five-0

Hawaii tem elementos bem diferentes de outras séries policias como a trilogia C.S.I., Castle, The Closer e Blue Bloods. Cada personagem tem uma história bem elaborada e tem espaço para isso no seriado. Assim o enredo ganha mais corpo e o “time” da Five-0 parece mais unido. Acho que isso é um ótimo caminho para os seriados de televisão, investir na força do personagem bem elaborado e das relações pessoais entre eles. É aí que o telespectador é fisgado, os casos policiais, as lindas paisagens e os mistérios acontecem paralelo a isso. Acho que essa é a fórmula de um bom seriado, e Hawaii 5-0 está caminhando bem nessa trilha. No entanto, acho que os casos deveriam ser mais instigantes, daí sim Five-0 colocaria a cereja no bolo e só me sobraria dizer “mahalo” (obrigado na língua havaiana).

Sede da Five-0 no Hawaii

Pra encerrar segue um trecho de um dos melhores episódios até agora, o resgate de McGarret, dá pra ver a força do grupo que se formou em torno do Steve. Muito mais que simples colegas de trabalho eles se unem para buscar McGarret em Seul, na Coréia do Norte onde ele está sendo mantido como prisioneiro pelo principal vilão do seriado, Wo Fat.

video

Uma boa fonte de informações sobre a série para quem ficar viciado é o
Twitter, tem a conta oficial da CBS @HawaiiFive0CBS e uma de um site bem completo sobre o seriado @Hawaii5Oonline

Além dessas você pode seguir os atores do Hawaii 5.0:
Lauren German - @LaurenGerman
Masi Oka - @MasiOka
Daniel Dae Kim - @danieldaekim

Sites:

http://hawaiifive0online.net/
http://www.cbs.com/shows/hawaii_five_0/

Nenhum comentário: